Pinacoteca de São Paulo: arte para acalmar a alma e estimular a mente

No feriado de Finados eu estive em São Paulo sem qualquer programação formal, não queria forçar a barra com absolutamente nada.

Ao mesmo tempo, tendo consciência da grande oferta cultural da cidade, verifiquei que não muito longe de onde estive hospedada estava a Pinacoteca de São Paulo, que sempre quis conhecer mas que antes, quando as visitas a São Paulo eram sempre mais corridas, não havia um espaço para ela.

E conhecer a Pinacoteca de São Paulo foi adorável! Mesmo sem ser entendida em artes plásticas, sou permeável a esses ambientes e gosto de pintura, escultura, instalações. Eu não tenho a compreensão total da arte, mas respondo a ela, e em viagem, sempre dou um jeitinho de conhecer pelo menos um museu das cidades em que estou.

Por “poucos dinheiros” ou, como foi neste caso, gratuitamente, passei horas agradáveis, conheci obras de um artista brasileiro de renome, arejei as ideias e os pensamentos e, de quebra, ganhei o direito de sugerir aos leitores que conheçam e se encantem com a Pinacoteca!

A Pinacoteca de São Paulo é um museu de artes visuais com ênfase na produção brasileira do século XIX até o presente. É o museu mais antigo da cidade (1905) e foi fundado pelo Governo do Estado de São Paulo.

Bordel, Di Cavalcanti
Cais, Di Cavalcanti

A Pinacoteca fica no que era o  edifício do Liceu de Artes e Ofícios, projetado no final do século XIX pelo escritório do arquiteto Ramos de Azevedo, que depois passou por uma ampla reforma com projeto do arquiteto Paulo Mendes da Rocha no final da década de 1990. Trata-se de um belo prédio, por dentro e por fora.

Carnaval, Di Cavalcanti

O acervo original da Pinacoteca iniciou-se com  20 obras do Museu Paulista da Universidade de São Paulo e, com o passar dos anos formou um significativo acervo, com quase 10 mil obras.

Desde 2006 a Pinacoteca é administrada pela Associação Pinacoteca Arte e Cultura. Atualmente realiza cerca de 30 exposições e recebe aproximadamente 500 mil visitantes por ano. Sedia exposições de artistas internacionais e nacionais, e em termos de prédio, acervo e relacionamento com o público, iguala-se a museus de alto gabarito, no mundo todo.

Despedida do Malandro

Suas amplas salas de exposição são climatizadas e muito bem cuidadas, e os acessos e vãos de seu interior realmente fazem com que a Pinacoteca seja um lugar agradabilíssimo de visitar. Há uma charmosa lojinha de presentes em seu interior e uma cafeteria, que serve – com preços bem salgados, o que também é um padrão internacional! – bebidas quentes, snacks, bebidas frias e até mesmo refeições leves.

Mulheres na Janela, Di Cavalcanti, obra táctil
Não acabado – Projeto de Mural, Di Cavalcanti
Há um detalhe sutil neste quadro de Di Cavalcanti – você nota? Prostíbulo e Autorretrato

A Pinacoteca de São Paulo é contígua ao Parque da Luz, então é um ótimo combinado se você tem 4 a 5 horas livres e está em São Paulo.

Neste momento, dentre outras exposições, a que se destaca é a exposição “No subúrbio da Modernidade – Di Cavalcanti 120 anos”, que traz diversas obras deste expoente do modernismo brasileiro, sobretudo obras do período compreendido entre 1920 e 1950, mas não somente estas. Eu nunca havia visto, ao vivo, obras de Di Cavalcanti.

Aos sábados a entrada é gratuita para qualquer visitante. Então, se você está precisando de inspiração, quer passar umas horas super agradáveis em meio à balbúrdia de São Paulo ou se apenas deseja rever o museu, vá a Pinacoteca de São Paulo. Você vai querer voltar em breve!

Acontecem também, na área externa da Pinacoteca de São Paulo, feiras de artesanato, performances musicais e tem sempre algo de gostoso para comer e beber – ou seja, é programa que vai sempre agradar, por uma ou por várias razões!

Obra: antes que eu me esqueça

Obra: Faceira

 

 

 

PINACOTECA DE SÃO PAULO
Praça da Luz, 02 – Tel. 11 3324-1000
Quarta a segunda, das 10h às 17h30 com permanência até as 18h
R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (estudante)
Grátis aos sábados. Crianças com até 10 anos e idosos maiores de 60 anos não pagam
A entrada da Pinacoteca de São Paulo é muito próxima à Estação da Luz
Atenção: fotografias são permitidas sempre SEM flash

São Paulo tem vários atrativos que você pode conhecer à sua maneira, no seu ritmo. Mas caso queira conhecer todas as possibilidades com um especialista, a Viator pode apresentar várias opções.  Pensando em alugar um carro? A RentCars encontra sempre o melhor preço para você.

 

Para reservar hotéis em São Paulo pela Booking.com, clique aqui.  Caso prefira procurar e reservar seu hotel em São Paulo pela Hoteis.com, clique aqui. Passagens aéreas? Claro, clique aqui!

 

2 comentários em “Pinacoteca de São Paulo: arte para acalmar a alma e estimular a mente

  • 13/11/2017 em 18:33
    Permalink

    Gosto muito de visitar a Pinacoteca. O prédio é lindo. A estação da Luz tb é bem interessante. Beijocas.

    Resposta
    • 13/11/2017 em 19:53
      Permalink

      Lilian, boa noite… que alegria por sua visita!
      Sim, a Pinacoteca é um charme! E o fato de estar adjacente ao Parque da Luz, e de podermos curtir aquele cafezinho após admirar as obras faz deste um programinha muito especial.
      Um abraço apertado, volte sempre, muito obrigada!!!

      Lena Reis
      = Viajando no Blog =

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *