Base: internet 3G pré-paga na Bélgica

Blogueiros de viagem necessitam de internet o tempo todo. Bem… não só os blogueiros… muito antes de eu me tornar uma blogueira de viagem, ter conexão de internet durante meus passeios e viagens já era uma preocupação, e peguei o hábito de sempre pesquisar sobre as opções em cada destino.

Na Bélgica, em Novembro, não foi diferente, e já saí do Brasil sabendo qual seria meu provedor de internet e até mesmo onde eu compraria o simcard. Amigos, chamamos de chip no Brasil, mas no exterior, pelo menos nos lugares que já visitei, chamamos de SIMCARD. “Mas Lena, porque você não usa o WIFI dos lugares?” – sim estou ouvindo você fazer essa pergunta! E a resposta é: eu uso sim, mas somente quando gratuito, e lógico, quando funciona minimamente bem, o que  é menos comum do que a gente gostaria!

No hostel em que eu fiquei em Bruxelas, esse que resenhei aqui, o WIFI era gratuito e poderoso! Então, estando no hostel (em qualquer área) e até mesmo na calçada externa, a conexão era possível e estável. Mas como isso não ocorre em todos os lugares, e sempre existe a vontade de subir uma foto bacana, fazer um videozinho, um check in em algum lugar interessante, além da necessidade de me comunicar com a família e com os amigos, repeti o que faço há anos: chego às cidades e compro um simcard para dados, ou dados+voz, na modalidade pré-paga, e tem sido mega útil, uma mão-na-roda mesmo!!!

Há mais ou menos 2 anos eu passei um dia em Bruxelas (um bate-e-volta partindo de Amsterdam, que vou contar em breve aqui no blog) e para esse dia, comprei um simcard da Lyca Mobile, paguei Euro 5,00 e foi o suficiente para aquele dia, sem maiores excessos. O simcard de Amsterdam não funcionou em Bruxelas, o que estava completamente dentro do previsto.

Neste Novembro, minha opção foi pela BASE, que foi um pouco mais cara sim, mas funcionou perfeitamente dentro de sua proposta, sendo suficiente para o tempo que fiquei na Bélgica (mas considere que onde o WIFI funcionava bem e de graça, foi ele que usei) e me permitiu postar várias coisinhas nas redes sociais, estar em contato com todos pelo WhatsApp, etc. Aliás…como era o mundo antes do WhatsApp?!?!

Base - website
https://www.base.be/en.html – acessado em 12/12/15

Acessando o website da Base, você poderá pesquisar dentro dele em inglês (minha opção), francês e holandês (que são as duas principais línguas na Bélgica); de toda forma, eu vou mencionar as informações do plano que usei, e seus detalhes. BASE é uma das marcas do grupo BASE de Telecomunicações, anteriormente conhecido como KPN Group; junto à estatal Proximus e à Mobistar, uma empresa ligada a Orange, a Base costuma ser bastante mencionada e elogiada por usuários locais e por viajantes do mundo inteiro. A Base oferta telefonia e internet residencial, empresarial, individual, em base pré-paga e pós-paga, e, naturalmente, aparelhos celulares também.

“Tá bom, Lena. Para de enrolar e conta como você fez…!”

Tão logo retirei minhas malas da esteira no Aeroporto Internacional de Bruxelas, as urgências eram, nesta ordem exata: 01) fazer xixi;  02) comprar uma garrafinha de água;  03) encontrar a loja Rent 2 Connect, que segundo minhas pesquisas estaria já perto da saída, e perto de onde eu compraria o ticket de trem que me levaria para dentro da cidade;  04) achar o local para comprar o ticket do trem e descobrir o local onde embarcar. Itens 01 e 02 devidamente resolvidos, caminhei em direção à saída, e antes mesmo de chegar ao local onde compraria o ticket de trem, passei na porta da Rent 2 Connect e, no balcão à direita da entrada, fui atendida por um oriental muito risonho, que ao descobrir de onde eu sou, colocava um “Obrigado” após cada palavrinha do diálogo!

Base 2 140216

Expliquei que minha necessidade não era voz, mas dados; que eu privilegiaria um simcard pré-pago que me desse folga na navegação e uploads, e então concluímos juntos que eo que eu deveria comprar era:

Base Mobile, internet na Bélgica
Base Mobile, internet na Bélgica

 

Trata-se de um multi-simcard – note que a cartelinha aonde antes estava o simcard possui recortes, e o simcard teria o tamanho que eu escolhesse e recortasse na cartela: convencional, micro ou nano). Este cartão me permitiria o uso de 4G, se meu aparelho celular já estivesse pronto para isso. Não está, então naveguei no 3G sempre. Comprei o simcard por Euro 5,00 e fiz um top up (o nome que se dá à carga e à recarga com créditos) de Euro 15,00 e me despreocupei com o assunto. Aqui, as possibilidades pré-pagas da Base (na data de hoje):

Prepaid plans - Base

 

Não sei exatamente quanto tempo durou a promoção, mas no dia em que fiz essa compra eu obtive 2GB em dados para usar, o que é mais do que é mostrado na imagem acima. Achei “bem bom” e de fato, não fiz recarga enquanto estive na Bélgica, mas se precisasse, poderia ter feito através do website da Base, usando cartão de crédito, ou em caixas eletrônicos, e ainda comprando cartões de recarga (daqueles que você raspa o número, entra com o código no seu próprio celular e faz a recarga) ou vouchers de recarga nos revendedores Base ou lojas próprias Base.

Base 1 140216

 

Base Mobile, internet na Belgica - 2

 

Um detalhe importantíssimo: o seu celular tem que ser DESBLOQUEADO para que isso funcione direitinho, certo? E, claro: a Base não é a única provedora deste tipo de serviço na Bélgica – você pode consultar pela internet qual plano, em qual operadora, é mais conveniente para você.

RENT 2 CONNECT – Aeroporto Internacional de Bruxelas
Tel.:+32 2 652 14 14
Fax +32 2 652 11 42
sales@rent2connect.com
www.rent2connect.com
De segunda a sexta-feira, de 8 às 20 horas
Sábados e Domingos,  de 8 às 14 horas
No próprio terminal, direção de saída para trens e ônibus, em frente ao Welcome Kiosk do Aeroporto

O website da Base já foi mencionado no post, e a empresa está nas redes sociais, caso você queira estreitar contato. No Youtube, o canal da Base é https://www.youtube.com/user/BASEBelgium, e estou publicando um videozinho sobre uma das ofertas da companhia. Para mim, foi uma escolha muito boa, nada tenho a criticar.

 

4 comentários em “Base: internet 3G pré-paga na Bélgica

  • 16/12/2015 em 13:56
    Permalink

    Ótima dica e gostei deste multi chip. Em Londres comprei errado e foi um parto achar um local pra cortar. Beijos

    Resposta
    • 19/12/2015 em 13:51
      Permalink

      Boa tarde, Denise Tonin!
      O mais fácil é já comprarmos o simcard no tamanho certo ou nessas cartelas multisize, com a qual ficamos somente com o tamanho que precisamos.
      Você encontrou quem cortasse seu simcard da maneira correta?
      Puxa… dê essa dica para nós!
      Um beijo e muito obrigada pela visita,

      Lena Reis
      = Viajando no Blog =

      Resposta
  • 12/12/2015 em 18:05
    Permalink

    Super explicadinho!! Eu também compro simcard em toda viagem. Nem penso em ficar sem!!
    Adorei a ordem de prioridade no desembarque, rsrsrs…
    Beijos
    Ana Grassi

    Resposta
    • 12/12/2015 em 22:13
      Permalink

      Ana Cristina Grassi,
      Que alegria ter a sua visita uma vez mais!
      Nós – os blogueiros de viagem – e Whats App dependentes – não podemos ficar sem internet, não é mesmo? Nossos leitores e amigos também não…!
      Um abraço apertado para você,

      Lena Reis
      = Viajando no Blog =

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *